Secretários de Cultura tem reunião com ministro

26 11 2008

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, esteve reunido na tarde desta terça-feira, 25 de novembro, em Brasília, com representantes do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes de Cultura. Na pauta, o pedido de maior participação do órgão nas discussões realizadas no âmbito do Ministério da Cultura, visando ampliar e fortalecer o espaço de interlocução. A audiência atendeu à reivindicação surgida na última reunião do Fórum, promovida na cidade de Florianópolis.

A secretária de Cultura do Piauí, Sonia Terra, disse que um dos temas tratados na ocasião foi o Programa Mais Cultura. “Reafirmamos sua importância, mas também falamos da necessidade de ser mais pactuado. Às vezes as coisas já chegam meio que determinadas como, por exemplo, as ações que serão desenvolvidas. É preciso que ocorra mais discussões em torno dessas iniciativas.”

O ministro Juca Ferreira ressaltou que as oficinas do Seminário do PNC, que vêm ocorrendo em todos os estados brasileiros, são um dos instrumentos utilizados para divulgar os programas do MinC, inclusive o Mais Cultura. Mas reconhece que esse não é o meio mais eficaz, pois apenas discutem àquelas ações já implementadas. Em sua visão, é preciso mais e sugeriu que aconteçam outras iniciativas como seminários que debatam temas como Comunidade, Estado, Violência.

Orçamento

Os representantes do Fórum também pediram ao ministro da Cultura um esforço para a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição – PEC 150 que, ao que tudo indica, deve ser votada pelo Congresso Nacional até fim do primeiro semestre de 2009. Em relação a esse assunto, Juca Ferreura defendeu que se faça uma ampla campanha de moblização da opinião pública.

“Acredito que a PEC será aprovada, não sei se a porcentagem destinada será a da proposta inicial, mas aprovada será. No entanto, é preciso uma ampla campanha, que seja estruturada, com objetivos bem definidos. Estamos, também, analisando a possibilidade de realizarmos um grande ato em São Paulo ou no Rio de Janeiro para mobilizarmos intelectuais, artistas e a sociedade civil”, disse o ministro Juca Ferreira.

Funarte/MinC – O presidente da Fundação Nacional de Artes, Sérgio Mamberti, também participou da reunião e aproveitou a oportunidade para anunciar aos presentes uma emenda no valor de R$ 10 milhões, recursos a serem disponibilizados para a capacitação de músicos, atores, técnicos, profissionais, com contrapartida dos estados de 20%. A emenda faz parte do processo de reestruturação da Funarte, um desafio assumido por Mamberti ao tomar posse na Presidência da instituição vinculada ao Ministério da Cultura.

Carlos Rocha, com dados do Minc

Anúncios




Hernane Felipe participa do Boca da Noite

25 11 2008

A atração do Projeto Boca da Noite desta quarta-feira (26), a partir das 19h, no Espaço Osório Júnior, no Clube dos Diários, é o cantor e compositor Hernane Felipe, que iniciou carreira artística em 2000 e desde então fez parte de bandas reconhecidas como Oscaipora, Narguilê Hidromecânico e Resoulnância Universal Grooving. Atualmente, o artista se prepara para o lançamento do seu primeiro CD solo Noturno na Linha do Equador.

O CD faz referência ao samba, baião, coco e ao reggae, patrocinado pelo Sistema de Incentivo à Cultura (Siec), da Fundação Cultural do Piauí (Fundac). Além disso, Hernane Felipe compõe o Fórum de Música do Piauí, cursa o segundo período de Pedagogia e faz parte da oficina de trilha para cinema da Associação Brasileira de Documentaristas com o músico e cientista Zé Piau.

Hernane Felipe também é instrutor de música do Projeto Sabiá, do Governo do Piauí, coordenado pelo Programa Fome Zero, dirige grupos de percussão violão e canto na comunidade Quilombo, próximo à cidade de Altos, com o objetivo de atrair jovens para um caminho próspero, ajudando assim para desenvolvimento da sociedade, fortalecendo e conservando as matrizes africanas.

Carlos Rocha, com dados da Fundac





Dezembro: mês dos cantos do Piauí

21 11 2008

O mês de dezembro promete ser recheado de eventos culturais. Os Organizadores do IV Festival Cantos do Piauí divulgaram as 36 músicas classificadas na Pré-Seleção do Festival. O IV Cantos do Piauí acontece de 2 a 5 de dezembro, na Praça Pedro II, Centro de Teresina.

As músicas selecionadas serão divididas em três grupos de 12 e irão participar das etapas classificatórias para a grande final que acontecerá no dia 5 de dezembro. As datas e horários de cada apresentação serão definidos em sorteio a ser realizado nesta sexta-feira, 14.

O evento é uma realização do Governo do Estado, através de vários órgãos e Sindicato dos Músicos.

Músicas classificadas:

– Andarilhos – Abdias Lima e Verônica Daniel
– Antes de Amanhecer – Taiguara Bruno
– A Rua Sempre Faz Festa – Machado Jr.
– Assunta – Joniel Veras
– Cantigas de Apaixonar – Gilvan Santos
– Cantos do Mundo – Ravel Rodrigues
– Carrossel – Carlos Eugênio Rego
– Chão – Carlos Eugênio Rego
– Chorinho Piauiense – Osnir Veríssimo
– Cidadania – Ernandes Paulino dos Santos Silva e Sérgio Vieira
– Como se de Carne Fossem Feitos os Sonhos (Balada de um Amor Sangrento) – Galvão Júnior
– De que Lado? – Hugo dos Santos
– Em Cima do Muro – Raphael Lira
– Entre a Cruz e a Espada – Frank Farias
– Infinito Blues – Eduardo Santos
– Lá no Brejo – Dário de Paulo Castro
– Macumbeiro – David Leão e Sabino Santos
– Maria sem Futuro – Marcos de Oliveira e Lúcia Alvino
– Meu Quase Suicídio Amoroso – João Henrique
– Meu Samba – Nildo Vianna
– Oceano de Sonhos – Lucas Reis
– Ouvi Falar – Antônio Carlos (Pancinha)
– Pequi Trinchado – Joaquim Filho
– Reflexos – Tony Crissy
– Rotas de Reis – Vavá Ribeiro
– Semba – Alexandre Jr., Thiago Humaitá e Victor Capote
– Só pra te ver Dançar – Taiguara Bruno
– Taça de Prata com Caco de Cuia – Anderson Nóbrega, Carol Costa e Glauco Luz
– Uma Mulher (Crê) – Fátima Castelo Branco
– Um Canto ao Sertão – José Estevão da Silva Neto
– Um Rio, um Ponto, um Movimento – Gilvan Santos e Ruimar Batista
– Vagalume – Frank Farias
– Valsa Noturna – Paulo José Cunha
– Vampiro Empregado – Saquá e Os Oliveira
– Viagem Esferográfica – Fernando Araújo
– Vício – Monise Borges

Dezembro: mês dos cantos do Piauí

O mês de dezembro promete ser recheado de eventos culturais. Os Organizadores do IV Festival Cantos do Piauí divulgaram as 36 músicas classificadas na Pré-Seleção do Festival. O IV Cantos do Piauí acontece de 2 a 5 de dezembro, na Praça Pedro II, Centro de Teresina.

As músicas selecionadas serão divididas em três grupos de 12 e irão participar das etapas classificatórias para a grande final que acontecerá no dia 5 de dezembro. As datas e horários de cada apresentação serão definidos em sorteio a ser realizado nesta sexta-feira, 14.

O evento é uma realização do Governo do Estado, através de vários órgãos e Sindicato dos Músicos.

Músicas classificadas:

– Andarilhos – Abdias Lima e Verônica Daniel
– Antes de Amanhecer – Taiguara Bruno
– A Rua Sempre Faz Festa – Machado Jr.
– Assunta – Joniel Veras
– Cantigas de Apaixonar – Gilvan Santos
– Cantos do Mundo – Ravel Rodrigues
– Carrossel – Carlos Eugênio Rego
– Chão – Carlos Eugênio Rego
– Chorinho Piauiense – Osnir Veríssimo
– Cidadania – Ernandes Paulino dos Santos Silva e Sérgio Vieira
– Como se de Carne Fossem Feitos os Sonhos (Balada de um Amor Sangrento) – Galvão Júnior
– De que Lado? – Hugo dos Santos
– Em Cima do Muro – Raphael Lira
– Entre a Cruz e a Espada – Frank Farias
– Infinito Blues – Eduardo Santos
– Lá no Brejo – Dário de Paulo Castro
– Macumbeiro – David Leão e Sabino Santos
– Maria sem Futuro – Marcos de Oliveira e Lúcia Alvino
– Meu Quase Suicídio Amoroso – João Henrique
– Meu Samba – Nildo Vianna
– Oceano de Sonhos – Lucas Reis
– Ouvi Falar – Antônio Carlos (Pancinha)
– Pequi Trinchado – Joaquim Filho
– Reflexos – Tony Crissy
– Rotas de Reis – Vavá Ribeiro
– Semba – Alexandre Jr., Thiago Humaitá e Victor Capote
– Só pra te ver Dançar – Taiguara Bruno
– Taça de Prata com Caco de Cuia – Anderson Nóbrega, Carol Costa e Glauco Luz
– Uma Mulher (Crê) – Fátima Castelo Branco
– Um Canto ao Sertão – José Estevão da Silva Neto
– Um Rio, um Ponto, um Movimento – Gilvan Santos e Ruimar Batista
– Vagalume – Frank Farias
– Valsa Noturna – Paulo José Cunha
– Vampiro Empregado – Saquá e Os Oliveira
– Viagem Esferográfica – Fernando Araújo
– Vício – Monise Borges

Carlos Rocha com dados do governo do Estado





Festivídeo apresenta filmes a serem exibidos

20 11 2008

Saiu a lista de filmes selecionados para o 16º Festival de Vídeo de Teresina – Festivídeo. O evento acontece entre os dias 1o e 6 de dezembro. O Festival de Vídeo de Teresina tem como objetivo possibilitar aos produtores de vídeo a divulgação de suas criações, assim como premiar aqueles que forem considerados mais representativos em suas categorias. Ele abrange as categorias: Documentário, Experimental (vídeo-poemas, clips musicais etc.), Ficção e Animação, todos com duração máxima de 30 minutos.

O evento é promovido pela Prefeitura Municipal, através da Fundação Cultural Monsenhor Chaves e neste ano, com exibições somente no Espaço Cultural Trilhos. Entre os 58 selecionados estão oito piauienses, sendo a metade mulheres, algo que chamou a atenção nesta edição. No total, foram 213 inscritos de todas as partes do país e do exterior.

De acordo com a Coordenação de Vídeo, Cinema e Fotografia da FCMC, neste ano, o festival contou com 25 produções da região Nordeste e 19 vídeos piauienses inscritos, sendo que oito foram selecionados. “O interessante é que a metade dos filmes do Piauí que foram escolhidos foram produzidos por mulheres”, relata o coordenador Clebert Clarck, destacando que a maioria dos filmes escolhidos foi na categoria Ficção, com 25. A categoria Experimental teve 11, Documentário teve 16 e a categoria Animação 6.

Os filmes selecionados devem concorrer a uma premiação feita pela Prefeitura Municipal de Teresina – Fundação Cultural Monsenhor Chaves. Os filmes serão exibidos em sessões gratuitas no Espaço Cultural Trilhos sempre ás 18h30. O primeiro colocado de cada categoria será contemplado com R$ 2 mil e troféu, enquanto o segundo e terceiro lugares receberão troféus. Além disso, será dado um Prêmio Estímulo no valor de R$ 2 mil para o Melhor Vídeo Piauiense.


FILMES SELECIONADOS PARA O 16º FESTVÍDEO DE TERESINA:

. Animação
O Anão que Virou Gigante, de Marão (RJ)
Calango Lengo – Morte e Vida sem Ver Água, de Fernando Miller (SP)
Escolha Viver sem Drogas, de Charles da Silva (SC)
O Jumento Santo e a Cidade que se Acabou Antes de Começar, de William Paiva e Leo D. (PE)
O Pescador de Sonhos, de Igor Pittas Simões (SC)
Terra, de Sávio Leite (MG)

. Documentário
Ação em Rede, de Patrícia Klein (PI)
Os Balões de 74, de Luciano Soares Mariz (PB)
Canoa de um Pau Roxo, de Gabriela Piccolo e Alberto Greciano (ES)
Cajueiro Cor Marrom-Escura, de Meire Nascimento (PI)
Como se Faz um Pequeno Príncipe, de Franklin Pires (PI)
O Guarani, de Cláudio Marques e Marília Hughes (BA)
A Infância de Anastácia, de Cláudio Marques e Marília Hughes (BA)
Kunhãrobá, de Augustiano Xavier e Marcos Rocha (CE)
Loucos de Futebol, de Halder Gomes (CE)
Memórias de Sombras, de Douglas Pinheiro (GO)
Minha Tia, Meu Primo, de Douglas Soares (RJ)
Passado a 24, de Carlos Debiasi (PR)
Priara Jõ – Depois do Ovo a Guerra, de Komoi Panará (PE)
Simplesmente, Hilda, de Ricardo Dias Picchi (SP)
Terra de Gigantes, de Ana Paula Texeira (PE)
…Pela Noite, de Dai Caroline (PI)

. Experimental
Apnéia, de Henrique Dídimo (PI)
Até o Fim do Mundo, de Otávio Pacheco e Adélia Jeveaux (SP)
Corpo Pós-Orgânico, de Aristídes Oliveira (PI)
Uma Curta Chama, de Helton Paulino (PB)
Eu Mesma, de Meire Fernandes (PI)
A Janela, de Rafael Jardim (BA)
Num Terreiro de Criação, de Orlando Nascimento (PE)
Paranóia do Negão, de Armando Fonseca (DF)
Rio Metrópole, de Mikael Santiago, Pedro França e Bernardo Jacob (RJ)
Sentado na Beira do Rio, de Daniel Castelo Branco de Sá e Arthur Canavarro (PE)
Tarde-Corpo-Árvore-Vestido-Círculo-Mastro, de Fábio Crazy da Silva (PI)

. Ficção
Hattari, de Eduardo Sertório (SP)
Eu Não Tô Entendendo, de Laura Becker (SP)
Descontínuos, de Emanuela Yglesias (BA)
Por Você Eu Posso, de Keila Serruya (AM)
Com as Próprias Mãos, de Aly Muritiba (PR)
A Vida é Curta, de Leo Falcão (PE)
O Amor é Lindo…, de Rafael de Andrade (DF)
Noite Amarga, de Val Rocha (RJ)
Maridos, Amantes e Pisantes, de Ângelo Defanti (RJ)
Cortejo Negro, de Diego Müller (RS)
Pelo Ouvido, de Joaquim Haickel (RJ)
O Mundo de Salete, de Beto Melo (RJ)
Contra-Mão, de Adriano Lírio (RJ)
22, de Sérgio Santos (PE)
Prós e Contras, de Pedro Struchi (SP)
Dom Pedro in Pinda, de Luiz Alberto de Oliveira (SP)
Outdoors, de Rafael Jardim (BA)
Viva o Cinema Brasileiro, de Buca Dantas (RN)
A Trupe, de Guilherme Pinheiro (SP)
Um Ridículo em Amsterdã, de Diego Gozze (SP)
Fragmentos de uma Canção de Ninar, de Alyne Fratari (GO)
Velório, de Reinofy Duarte (BA)
Luchador, de Juliano Luccas (SP)
O Pensador, de Fábio Moreira de Aguiar (SP)
Quando o Universo Conspira, de Caio Bortolotti (RJ)

Carlos Rocha com dados da Fundação Monsenhor Chaves





Feijão com Arroz [mas com uma pimentinha no canto]

13 11 2008

007 – Quantum of Solace

jamesbondquantumofsolace

Vamos em partes. Cassino Royale foi uma daqueles filmes que fez qualquer fã de James Bond levantar as mãos para os céus e agradecer a todos os deuses possíveis por realmente salvar uma franquia que vinha definhando completamente nas últimas décadas. Revigoramento a parte, o que se fez com 007 foi pegar as influências de produções de espionagem como Alias e Jason Bourne, colocar num liquidificador para depois fazer um prato chique acompanhado com vinho de marca – e esqueçam aquelas engenhocas enfadonhas e estapafúrdias, elas agora são mais sutis. Oh, pois não é que funcionou!

Pois agora temos uma continuação direta do primeiro filme, 007 – Quantum of Solace, do diretor alemão Marc Forster, que já não vem com tantas inovações, mas simplesmente firma a construção do James Bond de Daniel Craig na obra anterior. O forte do filme ainda se mantém, um equilíbrio entre enredo e cenas de ações, mas isto por pouco escapa pelas mãos do diretor. A forma de edição extremamente picotada em algumas seqüências de ação é quase uma ejaculação precoce, a tensão toda se perde em câmeras tremidas, movimentos bruscos e pouco foco, a pessoa logo abusa e encosta-se na poltrona esperando que James Bond vença logo e a trama prossiga – ainda bem que pro final isso fica moderado [ou a gente se acostuma?].

É uma tentativa meio doida de novamente de chupar o estilo de Bourne [especialmente do ultimo filme], mas que felizmente tem um contra peso de ações paralelas, como nos primeiros minutos do filme onde se constrói uma perseguição tendo como paralelo uma corrida de cavalos [que inclusive antecipa o desfecho da seqüência, uma ótima saída].

quantumofsolace-723689

O enredo em si não tem grandes segredos, pois o forte dele está nos personagens, do principal ao coadjuvante, criando assim uma cara de verdade a marca 007 de fazer filme. A relação entre James Bond e M (Judi Dench) é aprofundada, assim como o contexto de organizações secretas que estão em jogo no universo de 007. E não esquecendo a nova BondGirl, Camille (Olga Kurylenko), que talvez nem seja tanto assim, por ser atípica dos outros filmes, pois ela tem uma personalidade mais forte e independente de 007 – ou seja, ela não é biscate, o que pode tornar ela útil em futuras seqüências, espero.

Nem vou encostar na sinopse, melhor deixar a sujeito limpo na hora do filme, saber que ele ocorre logo depois do outro filme é suficiente. Em seguida surgiram ótimos spoilers e diálogos que irão dar o tom de todo ambiente desta nova fase da franquia e da personalidade explosiva e misteriosa de James Bond.

007 – Quantum of Solace faz o básico de todo filme de ação, com alguns errinhos talvez, mas nada que atinja o verdadeiro mérito do filme: dar mais profundidades aos personagens da série, mesmo com um roteiro bastante corrido. Isto sem apelar para vilões excêntricos, bugigangas sacais ou todos os outros clichês do 007. Mas os temas de abertura continuam.

por Dario Mesquita





BNB de cultura faz seleção inicial de projetos

13 11 2008

O programa BNB de Cultura, financiado pelo Banco do Nordeste selecionou os projetos aptos a participar da seleção para a edição 2009 do programa. O programa vem sendo realizado desde 2005 e já patrocinou 681 projetos em diversos segmentos artístico-culturais.

O programa BNB de Cultura realiza incentivos culturais em todo o Nordeste e o norte dos Estados de Espirito Santo e Minas Gerais, que fazem parte da área de atuação do banco. Ao todo são R$ 3 milhões a serem aplicados em Música, Literatura, Artes Cênicas, Artes Visuais, Audiovisual e Área de Artes Integradas ou Não Específicas.

Serão pelo menos 174 projetos contemplados. Serão no mínimo 42 projetos na área de música, 37 em artes cênicas, 25 em artes visuais, 13 em audiovisual e 30 em áreas integradas. Ainda está para ser divulgada a data em que serão apresentados os projetos que efetivamente vão receber os incentivos.

Confira abaixo os projetos piauienses selecionados:
Artes Cênicas
Caravana “Dança do Calango entre rios” / Teresina
I Encontro Regional da Cultura Popular Nordestina / Floriano
Cabeça de Cuia – Folclore Piauiense em busca do social / Floriano
Dança Eficiente / Teresina
Teatro ao alcance de todos / Floriano
Troca – Troca Das Culturas Populares / Floriano
Leitura E Lazer / Floriano
Iii Mostra Teatral Eu Sou Daqui! / Floriano
Caravana Do Teatro Infantil Pelos Territórios Da Cidadania / Teresina
Caravana De Teatro Infantil Pé De Moleque Pelos Carnaubais / Teresina
Teatro Escola Caleidoscópio / Floriano
Programa Sociedade Inclusiva: “Dança Eficiente” / Teresina
Programa Sociedade Inclusiva: “Portadores De Talentos” / Teresina
Dramaturgia No Território Da Cidadania Vale Do Guaribas-Pi / Floriano
Dançando, Cresço E Apareço / Teresina
Teatro Itinerante Na Zona Rural – A Cultura Sem Distância / Floriano
Brasilidade / Floriano
Cursos De Dança No Território Da Cidadania Da Serra Da Capivara- Pi / Floriano
Montagem Do Espetáculo “A Menina E O Boizinho” / Floriano
Teatro No Território Da Cidadania Do Carnaubais -Pi / Floriano
Giramundo, Giravida! – Teatro De Rua, Teatro Do Povo! / Canto Do Buriti
Arte E Cultura Na Região De São Raimundo Nonato / São Raimundo Nonato
Passeata De Marmotas / Teresina
Fuzuê – Teatro De Bonecos: Fantoches E Marionetes / Floriano
No Dia Em Que Fui Mais Feliz / Bom Jesus
Boi Reisado / Bom Jesus

Artes Integradas
Festival Valenciano De Arte E Cultura / Valença Do Piauí
Implatação Da Rede De Leitura E Arte Educação No Município De Floriano / Floriano
I Mostra De Arte E Cultura Nordestina Em Fronteiras- Piauí – I Macunf -Pi / Fronteiras
Na Magia Da Noite O Nordeste Explode Em Inspiração Onde Asa Branca É O Hino Que Ecoa No São João
/ Teresina
Caminhada De Griôs E Mestres De Tradição Oral / Floriano
Vida E Arte – Rede Regional De Arte Educação / Floriano
Bolsa Arte Fundação Asa Branca Do Sertão De Luiz Correia / Luís Correia
Cordel Nas Escolas / Teresina
Uirapuru / Teresina
Ii Mostra Cultural Do Programa Escola Comunidade, Escola Aberta / Teresina

Artes Visuais
2ª Exposição De Artes Visuais- “A Arte Em Seus Multiplos Aspectos” / Floriano
Retrato Dos Territórios / Floriano
Implantação Do Departamento De Registro, Salvaguarda E Difusão Da Cultura Imaterial
Piauiense / Floriano
10ª Feira Hq / Teresina
Exposição Cerrado Do Piauí, Um Olhar Do Céu / Teresina
Mãos Que Criam / Bom Jesus

Audiovisual
Circulando Cinema – Cursos E Oficinas Nos Territórios / Floriano
Curta Metragem “Fiéis” / Floriano
Cultura Escolar: Rastreando Memória E Resgatando A História Educacional Em Oeiras –
Piauí / Teresina
Ampliação Do Acervo Bibliográfico Da Casa Da Leitura Do Cefet De Floriano / Floriano
Livro Cabeça De Cuia / Teresina
Quisição De Acervo Literário Para Biblioteca Da Uned Teresina- Cefet -Pi / Teresina
Revelando Letras / Teresina
Iv Congresso Regional De Produção E Difusão Da Cultura Regional / Vila Nova Do Piauí
Biblioteca Móvel – Caravana Da Leitura / Vila Nova Do Piauí

Música
Evangelização Através Da Música / Teresina
Coral Vozes Do Nordeste / Picos
Festival De Música “Gospel Do Vale Do Gurguéia” / Bom Jesus
Campo E Música Em Movimento / São João Do Piauí
Um Novo Cântico Para As Nações / Teresina
Criação De Uma Banda De Música / Alvorada Do Gurguéia
Esperando Melodias Reais / Fronteiras
Produção De Um Cd Sobre A Obra Musical De Raimundo Pereira Filho (1884-1970) / Teresina
Festival(Encontro De Coco E Embolada Dub Do Piauí) / Teresina
Tucunzeiro – Cultura Popular Na Praça (2ª Edição) / Teresina
I Festival De Música Nordestina “Vozes Da Terra” / Inhuma

Carlos Rocha





Capital do Rock já está afinado para o dia 20 e 21

12 11 2008

O Festival Teresina Capital do Rock já selecionou as bandas que vão participar do evento. O festival acontece nos dias 20 e 21 deste mês, no Complexo Clube dos Diários, vai contar com 21 bandas se apresentando no palco Osório Júnior e na Sala Torquato Neto. A coordenação e produção é do músico Edvaldo Nascimento.

O evento visa reunir bandas iniciantes, com o objetivo de dar oportunidade para que novos talentos sejam descobertos e ganhem seu espaço para divulgar suas composições. Os participantes contarão com infra-estrutura, disponibilizada pela organização, para que cada banda possa mostrar seu trabalho numa apresentação de 20 minutos.

O festival conta com o apoio da Fundação Cultural do Estado do Piauí (Fundac). Abaixo estão as bandas selecionadas:

Dia 20 de novembro (Quinta-feira)

Palco Osório Jr.
Banda Kill
Banda Filosofia de Farmácia
Banda Deck
Banda The Power
Banda Eskolhidoz
Banda The Joe

Sala Torquato Neto
Banda O Maquinal
Banda Audiphono
Banda Wake Up Killer
Banda Slide

Dia 21 de novembro (Sexta-feira)

Palco Osório Jr.
Banda Apple Juice
Banda Falange
Banda Astúcia
Banda Stigma
Banda Escoliose
Banda Metal Trash
Banda De Guela

Sala Torquato Neto
Banda Blues em Sol
Banda Flores Radioativas
Banda Boêmios Errantes
Banda Stone

Carlos Rocha